Pintora paulista reconhecida por suas cores marcantes e pela temática brasileira de suas telas, representa uma das mais expressivas contribuições à pintura moderna no Brasil. Tarsila usou a técnica cubista…

Luís Martins publicara em O Estado de S. Paulo crônica escrita em Paris, na qual revela encantamento com a cantora Suzy Solidor, homenageada na Maison de l’Amérique Latine. Esta carta revela que o texto de Martins despertou ciúmes em sua mulher, a pintora Tarsila do Amaral, que ficara em São Paulo.

São Paulo, 20 de dezembro de 1950

…e beijos de Truly Ana Luisa Martins. Aí vai meu coração: cartas de Tarsila do Amaral e Anna Maria Martins para Luís Martins. São Paulo: Planeta do Brasil, 2003, pp….

…da Lapa (1964), sobre sua vida no bairro boêmio carioca. Em 1933, começou relacionamento amoroso longo e tumultuado com a pintora Tarsila do Amaral, 21 anos mais velha que ele….

…para a cultura brasileira da primeira metade do século XX. Casado com as artistas Tarsila do Amaral e depois com Pagu, Oswald deixou múltipla produção literária de que se destacam…

Divertindo-se com as fofocas do meio literário e político carioca que temperavam suas cartas ao amigo português João de Barros, com quem fundara a revista Atlântida, João do Rio (Paulo Barreto) comenta, nesta carta, um caso de adultério que envolveu o jornalista português Brito Camacho, além de outro episódio que incluía o destinatário e o escritor brasileiro Sebastião Sampaio, interlocutor de João do Rio no diálogo aqui reproduzido.

[Rio de Janeiro], novembro [de] 1912

João, queridíssimo, Tenho uma coisa impagável. Lembras-te do Amaral França,[1] o elegante senhor do Paiz? Era o amante da madame Camacho![2] O marido, aquele cretino com ares de boneco de…