A grandeza humana e retidão de caráter do escritor Rodrigo Mello Franco de Andrade são tema desta carta que Alceu Amoroso Lima, ou Tristão de Athayde, como ficou conhecido, escreveu à filha Maria Teresa, religiosa que professava no mosteiro de Santa Maria, em São Paulo.

Petrópolis, 13 de maio de 1969

…um ano de trevas: cartas de Alceu Amoroso Lima para sua filha Madre Maria Teresa: janeiro de 1969 – fevereiro de 1970. Organização de Frei Betto e Alceu Amoroso Lima

Três dias depois do golpe militar no Brasil, o pensador católico Alceu Amoroso Lima escreveu esta carta à filha, Maria Teresa, religiosa que professava no mosteiro de Santa Maria, em São Paulo. Tristão de Athayde, como ficou conhecido, foi fervoroso crítico do regime dos generais e condena os acontecimentos que, com lucidez, caracterizaria como uma “onda de terrorismo e fanatismo que invadiu o país”.

Petrópolis, 4 de abril de 1964

…Alceu Amoroso Lima. Cartas do pai: de Alceu Amoroso Lima para sua filha madre Maria Teresa. São Paulo: IMS, 2003, p. 377-379. [1] N.E.: Frei Martinho Penido Burnier (1918-1971), exegeta…

Divertindo-se com as fofocas do meio literário e político carioca que temperavam suas cartas ao amigo português João de Barros, com quem fundara a revista Atlântida, João do Rio (Paulo Barreto) comenta, nesta carta, um caso de adultério que envolveu o jornalista português Brito Camacho, além de outro episódio que incluía o destinatário e o escritor brasileiro Sebastião Sampaio, interlocutor de João do Rio no diálogo aqui reproduzido.

[Rio de Janeiro], novembro [de] 1912

Barreto, num rasgo de cabotinismo, obrigara Figueiredo Pimentel a dar tal nota, que lhe custaria caro”. (MAGALHÃES JR., Raimundo de. A vida vertiginosa de João do Rio. Rio de Janeiro:…

Em 1868, Castro Alves viajou para o Rio de Janeiro com a atriz Eugênia Câmara, por quem se apaixonara no Recife. Fora recomendado a José de Alencar, que, nesta carta, publicada no Correio Mercantil em 22 de fevereiro, apresenta o poeta de “O navio negreiro” a Machado de Assis.

Tijuca [Rio de Janeiro], 18 de fevereiro de 1868

…três círculos máximos da divina comédia do talento. Castro Alves. Obra completa. Rio de Janeiro: José Aguilar, 1960, pp. 789-792. [1] N.S.: Rosendo Moniz Barreto, mais conhecido como Moniz Barreto….