Paulo Autran, cujos oito anos de morte se completam no dia 12 de outubro deste 2015, já havia atuado em quatro montagens diferentes da peça Seis personagens à procura de um autor, de Luigi Pirandello, quando a apresentou em São Paulo, em 1991, como ator e diretor. Na plateia estava a crítica teatral Maria Lúcia Pereira, que redigiu um texto desfavorável sobre a peça para O Estado de S. Paulo, periódico em que substituiria Decio de Almeida Prado a partir de 1992. A publicação da crítica estimulou Autran a escrever esta carta.

São Paulo, 22 de julho de 1991

Maria Lúcia,

Como nunca li outra crítica sua, acredito que você seja principiante nessa função. No sentido de ajudá-la envio-lhe estas dicas para trabalhos futuros:

1 – O crítico precisa gostar de teatro, é imprescindível, claro, mas deve também gostar de ir ao teatro e ver espetáculos de teatro, o que é muito raro.

2 […]

Preso e torturado durante o regime militar que vigorou de 1964 a 1985, o teatrólogo Augusto Boal exilou-se na Argentina, terra de sua mulher, a psicanalista Cecília Boal. Nesse período, recebeu convite da Secretaria de Cultura de Lisboa para integrar o núcleo de professores do governo português. A renovação de seu passaporte, porém, tinha sido recusada pelo governo brasileiro e só neste ano de 1976 aconteceria o julgamento que lhe permitiria, com o documento, mudar-se para Lisboa.

Buenos Aires, 3 de maio de 1976

Chico,

Ando nervoso, ansioso, querendo que esse julgamento recomece de uma vez, querendo ganhar de goleada, 10 x 2, mas aceitando um 7 x 6 e não querendo nem pensar no contrário. Fico com os olhos grudados no telefone esperando um chamado de Brasília gritando “Ganhamos!”. Vai ser hoje, amanhã, quando? Vamos ver.

Nessa fulminante […]

Um mês após a morte do ator e diretor de teatro Antônio Abujamra, apresentador do programa Provocações na TV Cultura, um jovem estudante de jornalismo e seu admirador lhe escreveu esta carta.

[Rio de Janeiro], 28 de maio de 2015

Querido Abu,

Agora já faz um mês desde que você se foi, aos 82. Sabe, estou com saudades.

Não que nos víssemos tão frequentemente assim, que já tenhamos trocado algumas palavras ou realmente nos conhecêssemos. Mas isso não importa. Seus programas de entrevista gravados e colocados no YouTube foram suficientes para passarmos muitas horas juntos, […]