Euclides da Cunha e Vicente de Carvalho tinham mais em comum do que o fardão da Academia Brasileira de Letras. É do autor de Os Sertões, também amigo pessoal do poeta parnasiano, o prefácio de Poemas e canções, livro que abriria as portas da Academia Brasileira de Letras para Vicente, em 1909.  Nesta carta, o parnasiano revela o personagem heroico do poema “Fugindo ao cativeiro”, no qual Manuel Bandeira identificou “força épica”, e é incluído no livro.

São Paulo, 31 de agosto de 1908

Euclides,

Enfim posso escrever-te, e mandar-te, dos Poemas e canções, os versos que não fazem parte da Rosa, rosa de amor… Quer dizer: o livro compor-se-á dessas 160 páginas de versos, que vão, e da Rosa, rosa de amor

Como te mandei dizer, o prefácio irá com numeração romana, e em tipo diferente. Uma parte […]

Um país sob o recente comando do general João Batista Figueiredo – último militar a governar o Brasil antes da abertura política –, o retorno de exilados pela Lei da Anistia promulgada em 1979 e o fim do bipartidarismo político: este é o cenário nacional em que vivia Henfil ao escrever à Dona Maria, sua mãe. Com refinado humor, aponta a falta de esperança e o desânimo coletivo instalados no ar no início daquele ano de 1980. Pai do Fradim e da Graúna, dentre outros personagens clássicos do cartum brasileiro, manteria a coluna “Cartas da mãe” na revista IstoÉ até 1984.

São Paulo, 9 de janeiro de 1980

Mãe,

Sem piadinha. Vou me abrir.

Eu tenho acordado de uns seis meses para cá sem ânimo, sem esperança, sem vontade de brilhar, de lutar, de mudar a Lucinha,[1] o Brasil, o mundo, o universo!

Muitas noites eu não durmo, assombrado. Pensando assim: tô ficando velho, […]

Em busca de uma interpretação para a derrota geracional com que se defronta, Darcy Ribeiro expressa sua angústia em carta a Anísio Teixeira, amigo com quem compartilhava um projeto para o Brasil.

[Montevidéu], 28 de março de 1966

Mestre Anísio,

Recebi sua carta, mais amarga do que devera com a vida que tem aí ao lado de Emilinha e de Baby, fruindo as doces funções de avô e, sobretudo, repensando a universidade dos povos pobres. Seu amargor não é erradicável, meu caro. Ele lhe vem de se ter feito a conscientização mais aguda […]