…governou até 1831, quando uma crise política o obrigou a deixar o país e renunciar em favor do filho, dom Pedro II. Seria depois rei de Portugal, como Pedro IV….

Segundo e último imperador do Brasil, Pedro II de Bragança e Bourbon herdou o trono aos cinco anos de idade, após a abdicação de seu pai, dom Pedro I, e…

Figura trágica da monarquia brasileira, Pedro Augusto de Saxe-Coburgo e Bragança foi preparado para suceder ao avô, dom Pedro II. Bonito e culto, mas frágil emocionalmente, esse filho da princesa Leopoldina, que deveria tornar-se dom Pedro III, acompanhou de perto a morte do imperador do Brasil no exílio, em Paris. Seu testemunho pode ser lido nesta carta à tia, a duquesa Alexandrina de Saxe-Coburgo e Gotha. 

Paris, 29 de dezembro de 1891

Pedro II. [2] N.S.: Apelido que a princesa Leopoldina, filha de dom Pedro II e mãe de Pedro Augusto, deu a seu marido, Luís Augusto de Saxe-Coburgo e Gotha (1845-1907)….

Em maio de 1828, dom Pedro I, viúvo da imperatriz Leopoldina, recebeu a notícia de que a princesa bávara nascida na Itália dona Amélia de Leuchtenberg aceitara seu pedido de casamento. O contrato nupcial exigia o afastamento da amante do imperador, a marquesa de Santos, da corte, no Rio de Janeiro. Para cumprir a exigência do contrato, o imperador lhe escreve esta carta.

Rio de Janeiro, 13 de maio de 1828

…obediência e respeito que lhe cumpre como minha súdita e principalmente minha criada. Aceite protestos daquela sincera amizade com que sou seu amo, Imperador Cartas de Pedro I à marquesa…