Quando seu livro A vertigem das listas foi lançado (no Brasil, pela Record, em 2010), Umberto Eco declarou em entrevista à revista Der Spiegel: “Gostamos de listas porque não desejamos morrer”. A máxima é radical e, além disso, soa como um contrassenso: listar não seria a vontade de dar conta, isto é, o resultado de […]

Se perguntássemos a um leitor de poesia, sobretudo a um amante da obra de Manuel Bandeira, quem foi Eurico Alves, seguramente ouviríamos uma resposta tirada do poema “Escusa”, de Bandeira: “Eurico Alves, poeta baiano/ Salpicado de orvalho, leite cru e tenro cocô de cabrito/ Sinto muito, mas não posso ir a Feira de Sant’Ana”. E […]

“O tempo das cartas passou”, afirma Sérgio Rodrigues na apresentação de Cartas brasileiras, livro que organizou e que reúne, conforme se lê no subtítulo, correspondências históricas, políticas, célebres, hilárias e inesquecíveis que marcaram o país.

Tem-se aí a trilha de um Brasil representado, entre outras, por figuras como Lampião, cuja ameaça de invadir a cidade […]

Na primavera de 1888, logo após se mudar para a cidade de Arles, no sul da França, o pintor holandês Vincent van Gogh decidiu fazer retratos de alguns dos habitantes locais. Joseph Roulin, funcionário do serviço postal, foi um de seus primeiros modelos e viria a ser um dos melhores amigos do artista solitário e […]

Terá havido, na história da literatura, outro triângulo amoroso tão pacífico, consentido e feliz como o que uniu os poetas russos Borís Pasternak e Marina Tsivietáieva a Rainer Maria Rilke?

A história tem início no verão de 1926, quando se comemoravam os 50 anos de nascimento de Rilke, e o pintor Leonid Pasternak, que convivera […]